O candidato democrata à Casa Branca Barack Obama afirmou nesta quarta-feira que Jerusalém deve permanecer como a capital “indivisível” de Israel.

“Jerusalém continuará sendo a capital de Israel e deve permanecer indivisível”, disse Obama durante a reunião anual do influente lobby pró-israelense American Israel Public Affairs Council (AIPAC).

Obama também afirmou que trabalhará para “eliminar” a ameaça do Irã sobre o Oriente Médio e a segurança internacional.

“Não há maior ameaça para Israel ou para a paz e a estabilidade da região que o Irã”, disse Obama.

“O perigo do Irã é grave e real e meu objetivo será eliminar esta ameaça”, completou.

Fonte: AFP