Pesquisa do Instituto de Opinião Pública da Universidade Católica do Peru mostra que o leitor de Lima tem preferência pela leitura de jornais, da internet, seguidos de livros, dentre os quais se destacam a Bíblia e os textos de formação escolar e universitária.

As entrevistas foram realizadas no Dia do Livro, 23 de abril. Do total de entrevistados, 96% lêem jornal, 74% revistas, 69% a Bíblia e 50% as páginas da Internet.

“Em geral, 86% dos limenhos dedica duas horas ou menos de leitura por dia”, relatou o ex-diretor da Biblioteca Nacional do Peru e professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Católica, Sinesio López.

Depois dos livros de formação, os livros mais lidos são os de auto-ajuda, espirituais e religiosos. Dentre os entrevistados, 48% leram pelo menos um livro espiritual ou religioso nos últimos dois anos.

Sem dúvida, os novos meios disponíveis de leitura através da Internet e os jornais estão afastando o livro da preferência popular. Ainda assim, 69% dos limenhos entrevistados afirmaram que lêem a Bíblia, apesar da ampla variedade de meios de leitura existentes nos dias de hoje.

A Sociedade Bíblica Peruana – Casa da Bíblia é a principal distribuidora de bíblias e de material bíblico no país. No ano passado, foram distribuídas 273 mil Bíblias, o maior número alcançado nos últimos 20 anos.
“Em nosso país cresce cada vez mais o número de crentes nas diferentes confissões cristãs, os quais adquirem Bíblias não só para si, mas também para presentear, sendo esta uma forma de compartilhar sua fé a outras pessoas”, disse a chefe de vendas da Sociedade Bíblica Peruana, Gladys Viera.

O questionário da pesquisa no Dia do Livro foi aplicado a 455 pessoas de 27 distritos da Lima Metropolitana. Os resultados completos estão disponíveis na página web da Universidade Católica do Peru.

Fonte: ALC