Os casais que quiserem se casar na província de Sumatra Ocidental, na Indonésia, o país com a maior comunidade muçulmana do mundo, deverão saber ler e escrever passagens do Corão a partir de 2008, assim como os estudantes da ilha, informou hoje o jornal “The Jakarta Post”.

O presidente do comitê legislativo, Guspardi Gaus, explicou que a medida vai entrar em vigor no próximo ano, após a aprovação de decretos que regulamentem a norma.

A única região de Sumatra Ocidental que não aplicará a obrigação será a das Ilhas Mentawai, onde a maior parte da população não é muçulmana.

Sete das 19 cidades e regências da província já tinham aprovado legislações semelhantes, além de obrigar os alunos a rezar em sala de aula.

Gaus negou que a norma tenha um efeito negativo na população que professa outras religiões. Para ele, “o Islã é misericordioso, e quanto mais uma pessoa é religiosa, melhor para os outros, inclusive os seguidores de outras fés”.

“O Islã manda fazer o bem. A educação corânica tem como objetivo dar às pessoas, especialmente às gerações jovens, uma boa moral, para que não se sintam atraídas pelas drogas e outras atividades negativas”, afirmou.

A população indonésia é de 240 milhões de habitantes, e cerca de 90% são muçulmanos.

Fonte: EFE