O arcebispo católico de Praga, Miloslav Vlk, criticou nesta sexta-feira a cantora americana Madonna por usar a imagem da cruz em shows que realizará em Praga nos dias 6 e 7 de setembro.

Em um comunicado divulgado pela Conferência Episcopal tcheca, Vlk diz que o show é “uma ofensa inaceitável ao sentimento religioso, uma burla à fé cristã e um abuso ao símbolo cristão da cruz”.

“Os cristãos não querem julgar o valor artístico destes shows, mas dizemos claramente que são totalmente inaceitáveis para nós”, declarou o porta-voz dos bispos, Martin Horalek.

“É muito escandaloso que hoje em dia, através do desprezo e da ofensa às crenças cristãs sejam obtidos grandes benefícios”, declarou o porta-voz em alusão à turnê “Confession Tour”, onde Madonna é “crucificada” em uma de suas coreografias, o que já causou protestos em comunidades cristãs dos Estados Unidos e da Itália.

Os ingressos para os dois shows de Madonna realizados em Praga se esgotaram poucas horas após começarem a ser vendidas e pelo menos cerca de cem mil pessoas assistirão ao vivo ao espetáculo da “rainha do pop”.

Fonte: EFE