Na delegacia, o religioso admitiu ter mantido relações sexuais com dois garotos.

O líder da Igreja Presbiteriana de Lapão, a 486 km de Salvador, foi preso nesta sexta-feira (27) escondido no município de Jussara, onde estava escondido havia três meses. Edimário Gama de Freitas, 64 anos, é acusado de ter abusado de garotos entre 9 e 11 anos de idade pelos últimos dez anos, segundo nota da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Após a denúncia, Edimário foi afastado da liderança da igreja.

O delegado Ciro Palmeira, titular de Lapão, disse que familiares das vítimas foram até a delegacia estranhando a quantidade de tempo que os garotos passavam na casa do religioso. Segundo as investigações, Edimário oferecia dinheiro aos meninos e também permitia que eles usassem seu computador e um video game na sua casa como maneira de atraí-los.

Na delegacia, o religioso admitiu ter mantido relações sexuais com dois garotos. Ele foi preso em uma operação conjunta das delegacia de Jussara e Lapão depois de ter sua prisão preventiva decretada. Edimário foi indiciado por estupro de vulnerável e ficará custodiado na 14ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Irecê).

[b]Fonte: Correio 24 Horas[/b]