Os autores Norman Geisler e Thomas Howe, teólogos, dedicaram 40 anos de estudo para escrever o livro “Manual de Dificuldades Bíblicas”

A Bíblia Sagrada é vista pelos céticos como um livro repleto de erros, enquanto que para os fiéis, é a palavra de Deus. O argumento de teólogos para rebater os pontos rotulados como “erros” por ateus e demais críticos é bastante objetivo: a história e a ciência ainda não alcançaram um nível de excelência para encontrar as respostas que confirmam o relato bíblico.

[img align=left width=300]http://i2.wp.com/noticias.gospelmais.com.br/files/2015/03/livro-manual-dificuldades-biblicas.png[/img]Nesse contexto, os autores Norman Geisler e Thomas Howe, teólogos, dedicaram 40 anos de estudo para escrever o livro “Manual de Dificuldades Bíblicas”, publicado no Brasil pela editora Mundo Cristão.

Uma das questões levantadas no livro é a recorrente pergunta sobre quem teria sido a mãe de Enoque? O personagem bíblico, filho de Caim com uma mulher não especificada, vem sendo alvo de muitas dúvidas entre os que se debruçam sobre as Escrituras para estuda-las.

No livro, Geisler e Howe se aprofundam no assunto, e lançam os olhares sobre alguns versículos antes, ao lembrar que em Gênesis 5:4 a Bíblia diz que, ao longo dos 930 anos em que viveu, “Adão teve filhos e filhas”.

Os autores ainda argumentam que no princípio, havia uma ordem direta de Deus para a multiplicação, sem nenhuma restrição quanto ao casamento entre parentes próximos.

Segundo informações do jornal Tribuna da Bahia os autores resumem seus argumentos apresentados nas 462 páginas do livro com a seguinte frase: “É impossível Deus errar, e ponto final”.

Para as perguntas sobre os “erros” da Bíblia que ainda não possuem uma explicação mas lógica, Geisler e Howe destacam que muito do livro sagrado exige fé para sua compreensão, até que as ciências humanas consigam desvendar o mistério que cerca essas questões.

[b]Fonte: Gospel +[/b]