Atualmente a classificação está indicando a programação para maiores de 14 anos, porém o senador alertou para o desserviço que a novela representa para as famílias brasileiras.

Na última terça-feira (24), o senador Magno Malta (PR-ES) comunicou ao Plenário, o envio do ofício ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. O documento cobra que a classificação indicativa da novela “Babilônia” (rede Globo) seja revisada.

Atualmente a classificação está indicando a programação para maiores de 14 anos, porém o senador alertou para o desserviço que a novela representa para as famílias brasileiras.

“Uma cena dessas, de trinta segundos, tem o poder de destruir, no mínimo, dez a quinze anos de educação de um pai e de uma mãe ao filho”, disse.

Em postagem anteriormente feita em sua página oficial do Facebook, o senador destacou que sua atitude não se classifica como censura, mas sim como a representação de famílias cristãs brasileiras.

Clique no vídeo abaixo para conferir o comunicado mais recente do senador:

[b]Boicote[/b]

A reação à exibição de um beijo gay entre as atrizes Fernanda Montenegro e Nathália Timberg logo no primeiro capítulo da novela “Babilônia” gerou indignação entre milhares de telespectadores e chegou até a Bancada Evangélica da Câmara.

Um documento oficial apresentado pelo deputado João Campos expressou o repúdio da Bancada à programação e também a proposta de um grande boicote à novela começou a viralizar nas mídias sociais.

Coincidência ou não, a audiência da novela caiu 9 pontos só na primeira semana de estreia – o que pode representar aproximadamente meio milhão de lares.

[b]Fonte: Guia-me[/b]