O padre italiano radicado no Brasil Siro Aquistapacce, acusado de crimes de corrupção de menores em Dois Irmãos do Buriti, se apresentou ontem ao juiz Paulo Roberto Cavassa de Almeida para se defender das acusações.

Aquistapacce está sendo processado por ter fornecido bebida alcoólica e fogos de artifícios a menores, além de ter entregado condução de veículo a uma pessoa não habilitada.

O encontro com o juiz durou aproximadamente três horas e o padre negou veementemente todas acusações que lhe foram imputadas na denúncia, afirmando que provará a sua inocência no transcorrer do processo.

No dia 29 de agosto será realizada audiência para oitiva das testemunhas de acusação.

Fonte: Campo Grande News