O Papa Bento XVI convidou os católicos esta quarta-feira, por ocasião do início da Quaresma, a cumprir uma conversão interior e aceitar livremente depender de Deus.

O pedido do Pontífice foi pronunciado durante a audiência geral das quartas-feiras.

“O ser humano não é o arquiteto de seu destino”, advertiu o Papa diante de quase 10.000 fiéis, depois de lembrar que a conversão para um cristão é “aceitar livremente depender de Deus”.

“A auto-realização é muito pouco diante do destino que nos espera, que é algo muito mais elevado”, disse o Papa ao lembrar que se converter é “buscar Deus, ir com Deus, seguir docilmente os ensinamentos de Jesus”.

“A conversão não deve ser um esforço para conseguir a própria realização”, advertiu.

O chefe da Igreja Católica presidirá esta quarta-feira em uma igreja na colina romana de Aventino a liturgia da quarta-feira de cinzas, com a qual se inicia a Quaresma dos católicos, o período de abstinência e reflexão dos 40 dias antes da Semana Santa.

Um cardeal marcará uma cruz com cinzas na frente de Bento XVI, seguido do versículo bíblico: “Do pó vieste e ao pó retornarás”.

O primeiro domingo da Quaresma, 25 de fevereiro, marcará o início dos exercícios espirituais anuais do Sumo Pontífice e da Cúria Romana.

Fonte: AFP