O papa Bento 16 está escrevendo um livro sobre Jesus que vai se tornar a segunda maior obra teológica de seu pontificado, informou uma fonte do Vaticano nesta terça-feira.

O livro, que deve estar pronto em agosto, fala sobre Jesus, a raça humana e a relação do Cristianismo com as outras fés.

Bento 16 começou a escrever o livro antes de assumir o pontificado, em abril de 2005. A obra surge em uma época em que o papa tenta restaurar o forte senso de fé entre os católicos em face a um crescente secularismo e à competição de outras religiões, inclusive o Islã.

Bento 16, um proeminente teólogo e autor prolífico, pretende incluir reflexões de sua experiência como papa no livro, escrito na forma de uma “narrativa teológica”, disse o jornal La Repubblica, baseado em Roma.

La Repubblica disse que o foco em Jesus deve reviver a polêmica em torno do “Dominus Iesus”, um documento que o papa lançou em 2000, quando era a maior autoridade doutrinária do Vaticano.

No documento, Bento 16 dizia que a Igreja católica era a única igreja verdadeira, uma afirmação que muitos líderes protestantes viram como um insulto. Também dizia que Jesus era o único caminho para a salvação.

O Vaticano não comentou oficialmente o livro.

Fonte: Último Segundo