O papa Bento XVI reiterou nesta quarta-feira, durante sua audiência geral no Vaticano, que Cristo não é um “princípio abstrato”, mas sim “uma pessoa”.

Cristo “não se converte nunca em princípio abstrato, é sempre a pessoa Jesus que me amou, com a qual posso falar, que me escuta, me responde. Este é o princípio para entender o mundo e encontrar o caminho na história”, afirmou o Pontífice aos fiéis reunidos na praça de São Pedro.

Ilustrando os princípios da cristologia elaborados por São Paulo, sobretudo em suas Cartas, o Papa explicou que o apóstolo destacava a “centralidade de Cristo ressuscitado no mistério da salvação”.

“Cristo está no centro de toda reflexão, é o critério de avaliação dos eventos e das coisas, o fim de todo esforço de São Paulo, a grande paixão que sustenta seus passos pelos caminhos do mundo”, afirmou Bento XVI.

Fonte: O Globo Online