Ícone da tradição cristã no Recife, a Igreja Batista da Capunga foi homenageada, ontem, durante reunião solene proposta pelo presidente do Parlamento Estadual, deputado Guilherme Uchoa (PDT). O evento marcou o aniversário de 85 anos de fundação da instituição.

“Além do reconhecimento pelas importantes atividades religiosas que a igreja desenvolve, também lhe cabe o mérito de atuar com louvor na área educacional, por meio do Colégio Americano Batista, fundado em 1906 e pertencente à Convenção Batista de Pernambuco”, destacou o deputado Sebastião Rufino (DEM), que presidiu a reunião.

Rufino ressaltou a história da igreja, fundada em 1923, e o trabalho evangelista que vem se expandido desde então. “A sede era um antigo casarão. Porém, o trabalho se desenvolveu tanto que foi necessário providenciar a ampliação das instalações. Posteriormente, o templo que hoje conhecemos, na Boa Vista, foi construído, destacando-se na paisagem do Recife por sua bela arquitetura”, comentou.

De acordo com Guilherme Uchoa, a Igreja Batista da Capunga, um dos 400 templos dessa denominação no Estado, é uma expressiva representante das realizações da comunidade religiosa. “Em 1923, no dia 19 de abril, era fundada a 1ª Igreja Batista da Capunga por 13 irmãos de fé, na Rua Visconde de Goyanna. A criação foi proposta pelo pastor Roberto Stanley James, apoiada pelo missionário E.G. Wilcox,” informou, acrescentando que o nome Capunga significa madeira que percutindo emite som.

Para o presidente, a instituição não se limita à educação cristã. “Numa ação ampla, atua no ensino da música e oferece assistência às pessoas com necessidades especiais. “Na área social, a entidade mantém atividades que incluem atendimento odontológico, psicológico, fonoaudiológico, e oftalmológico. Além disso, realiza projetos específicos, entre os quais o Consolar – destinado às crianças do Núcleo de Apoio à Criança com Câncer (NACC) e o Profissional de Cristo, que presta atendimento a comunidades carentes no Interior do Estado”, frisou, salientando, ainda, a importância do Colégio Americano Batista.

Os nomes de José Munguba Sobrinho, que liderou a igreja de 1929 a 1967, e de José Almeida Guimarães, que conduziu a denominação de 1980 a 2006, e, atualmente, é pastor emérito da instituição, foram reverenciados por Uchoa. “Os dois pastores marcaram de forma significativa a história da entidade”, avaliou, acrescentando que, em outubro de 2006, assumiu o pastorado Ney Silva Ladeia, bacharel e mestre em Teologia, no Recife, e doutor em Teologia, na Carolina do Norte, Estados Unidos.

O pastor Ney agradeceu a homenagem e falou das perspectivas. “Para as demandas do século XXI, a Capunga continua a apresentar as respostas encontradas na Palavra de Deus. No rádio, no telefone, na internet, na televisão, a igreja se apresenta inspirada pelas experiências do passado, desafiada pelo centenário do presente, inabalável na comunicação eterna: só Jesus Cristo Salva!”, reforçou.

Fonte: DOE – PE