O pastor evangélico Jefferson Veronez, líder da Igreja Pentecostal de Milagres, criou em Andradas (MG) um templo para celebrações religiosas destinadas aos haitianos que chegam ao município. Atualmente, 45 haitianos moram e trabalham na cidade do Sul de Minas.

O primeiro culto realizado na cidade aconteceu no dia 16 de agosto e contou com a presença de 33 haitianos. O templo batizado como Igreja Pentecostal de Milagres do Haiti, terá cultos na língua oficial dos imigrantes (crioulo) e na língua francesa. O pastor Andre Sointil, que é haitiano, ajudará nas celebrações.

[img align=left width=300]http://s2.glbimg.com/EB1DQnS2iIJ1UV7-hCXbun0dTAQ=/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2015/09/16/haiti2.jpg[/img]“É mais um momento pra eles estarem juntos e aqui torna-se um lugar onde eles podem se unir e conhecer uns aos outros, porque a maioria mesmo vindo do Haiti, não se conhece e dentro da igreja eles conseguem até fazer novas amizades”, conta o líder religioso, Jefferson Veronez.

“A palavra de Deus é um guia espiritual, um guia para educar e proteger a vida”, diz o pastor haitiano, André Saintil.

Ainda de acordo com o pastor brasileiro, a intenção é suprir a necessidade da comunidade haitiana para adoração a Deus na língua e na forma como estavam acostumados. Além disso, o objetivo é manter um vínculo com o país de origem, amenizando o sofrimento causado pela falta de seus familiares que ficaram no Haiti ou imigraram para outros países.

Muitos ainda estão aprendendo a falar o português, mas mesmo assim, o salão da igreja está começando a atrair inclusive os brasileiros.

“Eles estão estremamente unidos e sempre estão se ajudando. Pra mim isso é uma lição, como uma forma de mostrar que pessoas de outros países chegam aqui e se tornam parceiros e irmãos”, conta a professora, Maria Neusa Rosa De Oliveira Silva.

A igreja localizada na rua Milton Sebastião Barbosa, 222, na Vila Maganhoto, realiza cultos para o público haitiano às terças com celebrações em português e aos domingos com o pastor haitiano.

[b]Fonte: G1[/b]