Segundo o pastor, Agnaldo Muniz alardeou ter destinado, via emendas do Orçamento da União, R$ 100 mil para uma instituição chamada Associação Betel de Evangelismo e Missões, mas o dinheiro nunca chegou.

O site rondonoticias, de propriedade do radialista Arimar Souza de Sá, que é candidato a deputado estadual, levantou neste domingo mais uma suspeita sobre o deputado federal evangélico Agnaldo Muniz (PP), que foi apontado pela revista Veja como estando envolvido com a máfia das ambulâncias.

Segundo o site de Arimar, um certo pastor Floriano, da Assembléia de Deus de Ji-paraná, afirmou que Agnaldo Muniz alardeou ter destinado, via emendas do Orçamento da União, R$ 100 mil para uma instituição chamada Associação Betel de Evangelismo e Missões, mas o dinheiro nunca chegou.

Ainda de acordo com o site, o pastor Floriano lamentou o envolvimento de Agnaldo Muniz no escândalo das sanguessugas.

Agnaldo Muniz, que é evangélico, ligado à Assembléia de Deus, recebeu recentemente o apoio do Conselho de Ministros da igreja para o seu projeto de reeleição.

Neste domingo, o jornal eletrônico www.tudorondonia.com.br tentou manter contato com o deputado Agnaldo Muniz ou sua assessoria, mas não conseguiu.

Assessoria tenta abafar denúncias contra Aguinaldo Muniz

Em vão à assessoria do deputado federal Aguinaldo Muniz (PP) tentou desde sábado abafar as denúncias de que o evangélico está na lista dos que se beneficiou ilicitamente com o esquema das ambulâncias. O Rondonoticias já havia informado no dia 23 de maio que o deputado pepista fazia parte do “esquema” junto com mais alguns parlamentares de Rondônia.

O nome de Aguinaldo estava numa relação como um dos que mais usou o suposto esquema da compra de ambulâncias para repassá-las para muitas prefeituras de Rondônia no biênio 2004/2005.

As ambulâncias que Muniz conseguiu repartir estão listadas nos diversos panfletos publicitários que o deputado mandou imprimir em formato tablóide e repartir por todo o território de Rondônia. Ele teria apresentado emendas para comprar ambulâncias no valor de mais de R$ 300 mil.

No total, foram apresentadas emendas por deputados de Rondônia no valor de R$ 2.252.500,00 (dois milhões duzentos e cinqüenta e dois mil e quinhentos reais) para compra de ambulâncias.

Fonte: Rondonoticias e Tudorondonia