O pastor Richard Patrick, de 42 anos e que há seis é reverendo da igreja “Abyssinian Baptist Church”, no estado da Virginia, uma das maiores congregações protestantes dos Estados Unidos, propôs uma queima de jogos considerados destrutivos.

Richard acredita que a juventude está perdida em jogos violentos e rap gangster “cheio de ódio”. Durante 2007, o pastor promoveu manifestações anti-violência e programas para ajudar jovens a encontrar empregos.

Este ano, noticia o GameSpot, Patrick propõe a queima de CDs e jogos destrutivos, algo que diz ter se inspirado na queima de armas realizada em 2007 e que destruiu 359 armas.

Em entrevista ao jornal DailyPress, o reverendo declarou que a violência está maior e que jogos e raps violentos estão influenciando negativamente os mais jovens.

A proposta reacende o debate a respeito da ligação entre videogames e violência, recentemente desmentida por diversas pesquisas e especialistas.

Fonte: Geek