Pastor Samuel Câmara
Pastor Samuel Câmara

O presidente da Assembleia de Deus em Belém do Pará, pastor Samuel Câmara, protocolou nesta segunda-feira, 06, de Novembro de 2017, na sede da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB), no Rio de Janeiro, o seu pedido de desligamento da instituição, após 33 anos de filiação. Na CGADB, ele exerceu diversos cargos na Mesa Diretora, entre eles, o de 1º vice-presidente.

De acordo com o documento, disponibilizado pelo próprio pastor em seu site Câmara deixa claro que o  desligamento se restringe somente ao vínculo com a CGADB e não com o pastorado da Assembleia de Deus em Belém, a chamada “Igreja Mãe”. O documento foi redigido e assinado no  dia da Reforma, 31 de Outubro, que coincide com o Aniversário do próprio Pastor Samuel.

Nova Convenção

Com o apoio de vários convenções de todo o país, Samuel Câmara caminha para fundar a C.A.D.B – Convenção da Assembleia de Deus do Brasil: “É em um novo movimento que vem trazer avanços, dinamismo e resgate Histórico da Assembleia de Deus.[…] Nasce Frutífero e abençoado com inúmeros pastores, ministérios e convenções que se unem para fazer um Assembleia de Deus mais forte”, cita o Samuel do pastor Samuel Câmara.

Samuel Câmara diz que “seguirá ativo no trabalho incessante para dar crescimento à obra de Deus, ao lado de pastores assembleianos de todo o Brasil em um novo movimento que vem trazer avanços, dinamismo e resgate Histórico da Assembleia de Deus”.

No domingo (5), o pastor Jonatas Câmara, irmão de Samuel e pastor da Assembleia de Deus de Manaus, também anunciou seu desligamento da CGADB.

Estima-se que até 25 mil pastores poderão acompanhar os irmãos Câmara na formação da CADB, que representa uma gigantesca ruptura na maior denominação evangélica do país.

Fonte: JM Notícia e Gospel Prime