Um pastor da Igreja da Suécia no município de Strängnäs decidiu deixar o cargo depois de infectar a rede de computadores do local acessando sites pornográficos. Ele admitiu passar “muito tempo no trabalho vendo sites desse tipo”.

De acordo com o site Thelocal.se, os hábitos do pastor foram descobertos devido à proliferação de um vírus de computador na rede, vindo desse tipo de portal.

As autoridades da igreja, que segue a linha luterana, afirmam que o homem tomou a decisão por conta própria e que ainda não foi decidido se ele será expulso oficialmente da denominação.

O jornal sueco Metro afirma que esse tipo de episódio tem se tornado comum no país. “Padres são gente também”, afirmou o arcebispo Anders Wejryd ao jornal. “Mas eu não entendo mesmo por que alguém acessa pornografia no computador da paróquia.”

Fonte: Folha Online