Pesquisas boca-de-urna divulgadas durante primárias presidenciais nos Estados de Missouri e Tennessee mostram que o Partido Democrata tem algum apoio de evangélicos brancos, um grupo fortemente associado ao Partido Republicano.

Comissionado pelo Faith in Public Life, um centro de pesquisa não-partidário, e conduzido pela Zogby International durante as primárias de 5 de fevereiro, as análises foram as primeiras a perguntar a eleitores democratas se eles são evangélicos.

As descobertas reforçam outras análises mostrando que os republicanos ainda comandam a maior parte do apoio deste bloco eleitoral, mas de forma alguma o dominam inteiramente.

As pesquisas também apontam que evangélicos brancos democratas –como outros brancos em Missouri e Tennessee– mostraram preferência por Hillary Clinton sobre Barack Obama.

Hillary, senadora pelo Estado de Nova York que seria a primeira mulher presidente do país, e Obama, senador por Illinois que seria o primeiro presidente negro, disputam uma acirrada batalha pela indicação do Partido Democrata para a eleição geral de novembro.

Em Missouri, as pesquisas mostraram que 34% de todos os evangélicos brancos que votaram participaram das primárias dos democratas, contra 66% dos republicanos.

Evangélicos compuseram 19% de todos os eleitores democratas em Missouri e 54% apoiaram Hillary, contra 37% de Obama, trazendo o resultado para perto de todos os brancos.

No Tennessee, as pesquisas indicaram que 32% dos evangélicos eram democratas e foram responsáveis por 29% de todos os votos do partido.

Neste Estado, Clinton superou Obama por 78% a 18% entre os evangélicos democratas.

Fonte: EFE