A polícia procura um pastor suspeito de atentado violento ao pudor, curandeirismo e charlatanismo em Palmas, no Tocantins. Ele está foragido.

Segundo a polícia, ele mordia a apalpava as partes íntimas das vítimas para curar problemas de saúde. Pelo menos cinco vítimas prestaram depoimento à polícia com histórias semelhantes nas últimas duas semanas.

O pastor promovia os tratamentos em uma tenda montada na própria igreja. No local, ninguém quis falar sobre o assunto.

Fonte: G1