Em discurso, na inauguração de Estádio em Salvador, Dilma declarou ser contra discriminações.

A presidente Dilma Rousseff destacou em seu discurso, nesta sexta-feira (5) em Salvador, durante a inauguração da Arena Fonte Nova, o terceiro estádio para Copa de 2014 a ficar pronto, que o Brasil vive “uma democracia que respeita a diversidade”, sendo ela contra a [img align=left width=300]http://images.christianpost.com/portugues/middle/55371/presidenta-dilma-rousseff.jpg[/img]discriminação”. Na ocasião, Dilma ressaltou as diversidades de culturas, raças e religiões encontradas na capital baiana e usou como exemplo o bairro Nazaré, onde está instalada a arena e também se concentra uma grande diversidade religiosa.

Segundo Dilma, é no bairro Nazaré onde ficam as mais importantes Igrejas Católicas de Salvador, onde se encontram os centros de tradições judaicas e islâmicas, além de ter esculturas que homenageiam os orixás do candomblé. “O bairro de Nazaré tem construída toda essa capacidade imensa do Brasil de conviver com a diversidade”, destacou Dilma.

No discurso Dilma avaliou que o Brasil tem democracia consolidada, que cresce e que respeita a diversidade, que é contra a discriminação que atinge negros e as mulheres. Para ela o Brasil está sendo capaz de lutar para a superação da pobreza e então tem a capacidade para lutar com todas as formas de discriminação. “Somos um país que sabe que, se é capaz de lutar pela superação da pobreza, tem de lutar também pela superação de todas as formas de discriminação”, ressaltou a presidente Dilma.

Em clima descontraído, a presidente Dilma, que conheceu ainda as instalações do novo estádio, tirou os sapatos para dar um chute em um bola que estava no centro do campo. Está programada para a Arena Fonte Nova sediar seis jogos de futebol da Copa das Confederações no mês de junho de 2013 e seis jogos da Copa do Mundo de 2014.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]