A pertinência das idéias do reformador João Calvino para o ministério pastoral dos dias de hoje esteve na pauta da Consulta de Pastores, realizada de 13 a 17 de outubro, e que contou com a participação de 27 párocos de congregações protestantes reformadas de oito países.

A Consulta foi organizada pela Aliança Reformada Mundial (WARC, a sigla em inglês). Seus participantes expressaram entusiasmo diante da nova perspectiva do legado de Calvino para o século XXI. A unidade dos cristãos e a justiça social foram temas estudados pelos pastores.

A representante da Igreja Presbiteriana de Pasadena, nos Estados Unidos, Barbara Anderson, relatou como pessoas de diferentes origens culturais vivem juntas em sua igreja.

Helma Wever, das Igrejas Reformadas de Berna-Jura-Solothurn, na Suíça, elogiou os organizadores da consulta pela reflexão votada aos jovens, assinalando que Calvino tinha apenas 20 anos quando impactou a igreja de Genebra.

O presidente da Aliança Reformada, Clifton Kirkpatrick, espera que “o legado de João Calvino seja uma fonte de renovação e inspiração nas igrejas, aumentando o compromisso com a unidade dos cristãos e a justiça para todos os povos de Deus e para o meio ambiente”.

secretário-geral do organismo reformado, Setri Nyomi, manifestou agradecimento pelo apoio recebido das congregações.

Os pastores participantes da consulta reuniram-se com dirigentes do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) e da Federação Luterana Mundial (FLM).

A Aliança Reformada Mundial reúne 75 milhões de cristãos reformados em 214 igrejas de 107 países.

Fonte: ALC