A seita religiosa japonesa Uchu Shinri Gakkai (Verdade Cósmica, em japonês) foi multada em 300 milhões de ienes (R$ 6 milhões) por ter declarado como “doação” o dinheiro arrecadado com motéis. Segundo a agência de notícias Kyodo, o grupo maquiou até 1,4 bilhão de ienes com a atividade.

Dados do Ministério da Fazenda mostram que o grupo religioso declarou como doação o valor de 1,4 bilhão de ienes (R$ 28 milhões), que na realidade era o dinheiro movimentado pelos 23 Love Hotels (nome dado aos motéis no Japão) mantidos pela seita no país.

As autoridades tributárias suspeitam que a organização alterou a origem deste dinheiro para se aproveitar das vantagens fiscais sobre doações a grupos religiosos.

Segundo a Kyodo, a seita declarou cerca de 60% dos ingressos de seus motéis, enquanto os 40% restantes afirmou ser de doações.

Fonte: Folha Online