A alemã seqüestrada no sábado (18) em Cabul, Afeganistão, apareceu neste domingo (19) em um vídeo difundido pelo canal de televisão particular afegã Tolo.

No vídeo, a refém apóia a exigência dos seqüestradores que pedem para o governo alemão libertar “prisioneiros inocentes”.

A mulher é integrante da organização humanitária Ora International, com sede em Korbach, na Alemanha.

Fontes alemãs em Cabul disseram que a mulher foi capturada por quatro homens armados enquanto almoçava na companhia de um amigo.

Os seqüestradores teriam obrigado a mulher a entrar em um veículo e deixaram livre o acompanhante, que prestou depoimento às autoridades locais.

Fonte: Folha Online