O pastor da Assembleia de Deus, Silas Malafaia, mais uma vez usou seu programa de televisão para criticar blogueiros e profissionais que atuam nas mídias virtuais para opinar e noticiar. No programa exibido no dia 16 de abril, Malafaia disse para os telespectadores tomarem cuidado com sites evangélicos, pelo fato de que estariam difamando o seu ministério.

O pastor chamou os profissionais de “um bando de picaretas, caluniadores que levantam falso, de fofoca no meio do povo de Deus”, disse.

Além desses xingamentos, o pastor demonstrou raiva ao falar: “Eu fico com vergonha de ver como gente que se diz evangélica monta site e um monte de crente segue esses medíocres, caluniadores, invejosos, críticos que não fazem nada na seara de Deus”, falou Malafaia.

O pastor nem se preocupou em descobrir os ofícios dos profissionais da internet ao afirmar que esses trabalhadores não fazem algo para contribuir com o Reino de Deus.

Para finalizar, o pastor fez ameaças. “Seu eu fosse dar resposta ao que esses caras colocam no site a respeito da minha vida e do meu ministério eu tinha que botar uns 90% na cadeia porque são bandidos, essa que é a verdade. Merece cadeia, porque usa o nome de Deus, usa o nome evangélico para um site para caluniar, difamar, arrumar intriga, para botar dúvida no coração dos fracos porque tem crente fraco, está na Bíblia”, finaliza o pastor.

Nos últimos meses, o pastor Silas Malafaia tem sido criticado nos sites evangélicos por ter, no ano passado, [url=http://www.folhagospel.com/htdocs/modules/news/article.php?storyid=12685]comprado um avião no valor de 12 milhões de dólares[/url] e também, por causa da criação do [url=http://www.folhagospel.com/htdocs/modules/news/article.php?storyid=13339]projeto Clube de 1 milhão de almas[/url], neste mês de abril, onde, em parceria com o pastor Mike Murdock e a Associação Vitória em Cristo, pedem uma oferta voluntária de R$ 1000,00 para ganhar 1 milhão de almas para Jesus através da propagação dos programas de televisão e eventos.

Fonte: GNotícias