O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem que gostaria que o Supremo Tribunal Federal (STF) aprovasse as pesquisas com células-tronco embrionárias.

Os 11 ministros da Suprema Corte irão decidir hoje, em plenário, se as pesquisas com células-tronco embrionárias são constitucionais ou não. Porém, Lula afirmou que não poderia firmar expectativas em relação à votação. “Cada ministro está bem preparado para votar”, disse. “Particularmente, sou favorável à aprovação (das pesquisas) da célula-tronco.”

Lula falou ainda que o mundo não pode prescindir de um conhecimento científico que pode salvar muitas vidas. E voltou a dizer que não iria comentar nada transitado e julgado na Suprema Corte. As afirmações do presidente foram feitas em rápida entrevista coletiva concedida em Campinas, no interior paulista, após inauguração do Centro de Nanotecnologia César Lattes, que funciona no complexo do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LMLS).

Fonte: Agência Estado