Autorização provisória para igreja de Valdomiro Santiago (foto) em Guarulhos é para 30 mil fieis; inauguração prejudicou trânsito em três rodovias. Igreja se desculpou por bloquear Dutra.

O templo da Igreja Mundial do Poder de Deus não tem alvará para reunir os 140 mil fieis que comporta, como fez anteontem em Guarulhos. A inauguração prejudicou o trânsito em três rodovias.

De acordo com a prefeitura, a igreja tem um alvará provisório de 90 dias -como se fosse o de um show- que autoriza um público máximo de 30 mil pessoas no local.

Os responsáveis pela igreja disseram anteontem que cerca de 2 milhões de pessoas participaram dos cultos ao longo do dia.

Mesmo com o desrespeito ao alvará, a Prefeitura de Guarulhos não anunciou nenhuma sanção à igreja.

Informou que vai monitorar o local para evitar novos problemas e, caso não haja solução, ela poderá eventualmente cassar esse alvará.

[img align=left width=300]http://www.impd.org.br/portal/img-noticias/worldwidecity.jpg[/img]A inauguração do templo religioso no primeiro dia do ano transformou num caos a vida dos que utilizaram as rodovias Presidente Dutra, Ayrton Senna e Hélio Smidt, que dá acesso ao aeroporto de Cumbica.

Ônibus com fieis pararam irregularmente no acostamento e em uma das faixas da marginal da Dutra, formando congestionamentos também nas outras rodovias.

Na Hélio Smidt, passageiros com voo marcado desceram do carro e tentaram chegar ao aeroporto caminhando pelo acostamento.

Segundo a prefeitura, um estacionamento com capacidade para 2.000 ônibus foi cedido para a igreja. “Mas a quantidade foi de aproximadamente 6.000.”

A Polícia Rodoviária Federal informou que vai solicitar aos responsáveis pela igreja a lista dos ônibus contratados para transporte de fieis para autuá-los pelo estacionamento irregular.

A polícia afirmou que, por ofício, a igreja informou que o templo reuniria apenas 30 mil pessoas.

Procurado, o Ministério Público Estadual informou não ter sido notificado de problemas com a inauguração da igreja. Se vier a ser provocado, analisará quais medidas podem ser tomadas.

[b]OUTRO LADO
[/b]
Na tarde de ontem, a Folha tentou contato com os responsáveis pela igreja, mas ninguém quis falar.

Um homem identificado como Franklin, indicado para falar com imprensa, chegou a marcar um horário para conversar com a Folha. Mas não foi mais localizado nem respondeu aos recados deixados com funcionários.

Anteontem, o bispo Josivaldo Batista disse considerar pequenos os transtornos causados pela inauguração perto do número de pessoas.

[b]Igreja se desculpa por bloquear Dutra[/b]

A Igreja Mundial do Poder de Deus – cujo megatemplo inaugurado anteontem parou a Rodovia Presidente Dutra por seis horas e isolou o [img align=right width=300]http://www.estadao.com.br/fotos/dutra_ae_jb_neto.jpg[/img]Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos – manifestou-se por meio de assessoria e disse “lamentar muito o ocorrido”. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), porém, afirmou já ter preparado um relatório para enviar ao Ministério Público Federal cobrando providências.

Uma guerra de números agora é a justificativa da confusão que se alastrou em plena volta de feriado. No Twitter, o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da igreja, comemorou os “mais de 2 milhões de pessoas que puderam acompanhar de perto” a abertura do templo.

A PRF, por sua vez, diz ter sido avisada de um público de apenas 30 mil fiéis. À Prefeitura de Guarulhos, a igreja disse que esperava dois mil ônibus de passageiros – o que já daria 90 mil pessoas. Nas contas da Secretaria de Transportes, seis mil ônibus chegaram à Dutra – e estacionaram no meio da rodovia, nos acostamentos e nos canteiros, instaurando o caos. A Prefeitura disse ainda que o alvará de funcionamento do templo é provisório – vale 90 dias, a contar de 1.º de janeiro. “Isso não pode se repetir. Nem que a igreja tenha de ser fechada”, diz a inspetora-chefe da PRF, Luciana Rocha.

Moradora da rua de trás da igreja, Cleide Herculano ficou presa em casa até 23h do domingo por causa do tumulto. “Vi crianças passando mal e gente desmaiando “, afirma Cleide.

[b]Igreja foi fundada em 1998, no interior de SP[/b]

O primeiro templo da Igreja Mundial do Poder de Deus foi aberto em Sorocaba, em 1998, pelo apóstolo Valdemiro Santiago. Ele foi bispo da Igreja Universal do Reino de Deus por quase duas décadas, an­tes de fundar sua igreja.

Na TV, a Igreja Mundial ocupa várias horas da programação. A sede da igreja fica no Brás (centro).

Segundo o site da igreja, há mais de 1.400 templos no Brasil. No exte­rior, são 34 em 15 países.

[b]Fonte: Folha de São Paulo e Estadão[/b]