Svetlana Kuznetsova dá mais uma prova de sua religiosidade. A tenista de São Petersburgo mostrou um lado seu pouco conhecido ao se benzer na entrada e saída da Quadra Philipe Chatrier e ao falar com os jornalistas já como campeã de Roland Garros, há duas semanas, quando citou Deus várias vezes.

Agora, de Moscou, vem a notícia de que Sveta, como é carinhosamente chamada no circuito, vai doar parte do prêmio em dinheiro que recebeu – 1 milhão e 60mil euros – pelo título do Grand Slam francês para a igreja.

Outra parte da premiação que recebeu pela conquista de seu Segundo título de Grand Slam será gasto na compra de um apartamento para ela e um relógio de luxo. “Estou planejando comprar uma acomodação em Moscou, já que atualmente alugo um apartamento. Também prometi a mim mesma comprar um bom e caro relógio”, comentou a número 5 do mundo ao jornal Sovetsky Sport.

“Mas a maior parte do dinheiro, vou doar para a minha igreja. O diretor do templo ortodoxo é meu pai espiritual. Tento ir lá com frequência, para pensar sobre minha vida pessoal, sobre algo eterno. Mas meu calendário é cheiio. Ocasionalmente, o padre me visita. Não importa o quão estranho isso soe, sou uma pessoa muito religiosa e procuro ir à igreja mesmo em outros países”, esclarece Kuznetsova, que pratica o catolicismo de rito ortodoxo, como é tradição na Rússia.

“Na Itália, quando disputamos a Fed Cup, fui à Igreja de São Nicolau. Eu venerei as relíquias e fiz um pedido. Eles dizem que vão se realizar, com certeza. A fé me ajuda em tudo, a fé auxilia a me superar.”

Fonte: UOL Esportes