Ninguém é igual em popularidade na NBA, a Melhor liga ou a NHL. O ‘zagueiro’ dos Denver Broncos é um referente social… e espiritual.

No final de sua segunda temporada como profissional, Tim Tebow se converteu na estrela mediática mais seguida nos Estados Unidos. Ninguém o supera, nem na NBA, nem na principal liga nem na NHL. O ‘zagueiro’ dos Denver Broncos é um referente por sua ética de trabalho, sua atitude no campo, e sobre tudo, por sua fé em Deus como cristão evangélico .

[img align=left width=300]http://www.protestantedigital.com/update/imagenes/48749_M_13-01-12-0-50-16.jpeg?4638[/img]Filho de missionários protestantes, acabaram de nomear a Tim Tebowcomo o “Esportista mais popular” do mês de dezembro. Segundo a pesquisa mensual da televisão esportiva por excelência, ESPN , Tebow supera inclusive a super estrela do balão cesto, Kobe Bryant. a NFL, por sua parte, dedicou um especial em sua página web .

O interesse ao redor deste jogador de futebol americano tem crescido por sua imensa progressão esportiva, mas também pelo seu caráter. Tebow nasceu nas Filipinas, onde seus pais estavam servindo como missionários batistas. Um dos detalhes que mais transcendeu de sua história é que sua mãe decidiu não abortar ainda quando lhe recomendaram pelo risco que ela mesma e o bebê corriam ao ser tratada por uma importante infecção. A história desse menino saudável apesar das más previsões e que depois se convertería em jogador da NFL inspirou a muitas pessoas e o próprio jogador protagonizou mensagens pró-vida junto de organizações como a cristã Focus on the Family.

Além de que, n os últimos meses, todos os críticos que apontavam a ele como pouco mais que um fanático religioso tiveram que reconhecer a evidência de que se converteu no líder incontestável de sua equipe . “Não tem precisão nos passes” ou “não sabe correr” são críticas que ainda agora se ouve sobre o jogador, mas ninguém nega já que tem sido o arquiteto de remontadas espetaculares em vários partidos que pareciam perdidos para sua equipe. Os Denver Broncos não se contam entre os favoritos, mas seguem avançando nos play-offs.

A CIFRA 3.16 E O TEBOWING

Depois de que o jogador chegou a 316 jardas em passes durante o último partido e a uma média de 31,6 jardas por passe completos, a conversação mediática ao redor do jogador ainda cresceu mais. A coincidência das estatísticas com os números do versículo João 3:16 foi o tema de conversação nas reuniões pós-partido . “Suas estatísticas falam tanto de sua fé como de suas palavras” , comentava um jornalista. O jogador geralmente escreve essa mesma referência sobre a típica mancha negra que os jogadores de futebol americano se pintam debaixo dos olhos. Na segunda-feira, depois da curiosa coincidência das cifras, “John 3:16” se converteu por muitas horas em um dos três términos mais buscados no Google.

Tebow não tem problemas para mostrar sua fé em Cristo diante das câmeras, e faz com naturalidade. Um de seus gestos mais comuns sobre o terreno de jogo é dobrar um joelho, apoiar a outra sobre o chão, e apoiar a cabeça sobre um punho para orar brevemente. O gesto já tem sido batizado como “Tebowing”. O copiam agora crianças e jovens em todo o mundo, e inclusive se criou uma página web de fãs que lhe imitam .

[b]DEBATE E PRESSÃO
[/b]
Entre os próprios cristãos evangélicos dos Estados Unidos, tem surgido a dúvida sobre como tratar o fenômeno Tebow . A diferença de outras celebridades que se chamam cristãos a si mesmos, Tim sim parece ter uma vida íntegra e sua exposição aos meios só tem ajudado a confirmar ainda mais claramente que suas palavras enquadram com seus atos.

A maioria dos evangélicos consideram que a figura de Tebow favorece a imagem pública dos cristãos evangélicos e deberia ser apoiado como um modelo de vida cristã. Outros recordam, entretanto, que não deixa de ser um humano mais. Colocar-lhe em um pedestal, opinam, sería negativo , especialmente se ao longo de sua carreira comete erros que arruinarão sua imagem.

A pressão para conseguir seguirá alí. Um dos comentários que mais comentários engraçados tem levantado na NFL tem sido suas declarações nas que insiste em sua intenção de chegar virgem ao matrimônio . Entre as reações desafiantes está a de uma modelo da revista Playboy , que disse que “é um bombom, é emocionante que seja virgem”, e assegura que seu objetivo será conseguir que Tebow perca a virgindade.

[b]REPUBLICANOS BUSCAM SEU APOIO
[/b]
Inclusive os políticos estadounidenses se interessaram por Tebow . Segundo reconheceu o próprio jogador, vários candidatos das primárias republicanas que se estão celebrando neste início de ano nos Estados Unidos pediram seu apoio. Conscientes de sua capacidade de influência e de sua aceitação entre os votantes evangélicos , vários tentaram incluir-lhe em sua campanha política.

[img align=right width=300]http://www.protestantedigital.com/update/imagenes/48749_T_13-01-12-0-50-16.jpeg?896[/img]Um anúncio de televisão de Michelle Bachmann , que agora já se retirou da carreira eleitoral, o mencionava: “Se podería dizer de Bachamnn o mesmo que de Tebow: ‘não tem trajetória, é Cristã, e como Tebow, segue lutando e segue ganhando apoios’”.

Também Rick Perry , governador de Texas, tentou se aproveitar da onda da popularidade do jogador. “Espero ser o Tim Tebow dos caucasos de Iowa”, disse antes de que começassem as primárias.

[b]A AUTENTICIDADE COMO PROVA
[/b]
Muito possivelmente os Denver Broncos não conseguirão ganhar o título este ano. Porém o impacto de Tebow, mais além do esportivo, tem sido enorme. Como define uma aficionada da equipe no diário Christian Post, “a gente quer saber que é o que faz que Tebow esteja tão emocionado. Acredito que o bonito dele é que sabes onde está e que é o que cre , mas não sai a exigir a seus fãs que leiam a Bíblia, vaiam a igreja ou deêm seus ingressos a Ongs. Não é o ensinamento evangélico sufocante que faz que muita gente não queira saber nada da religião, senão que é uma fé mostrada através de seu exemplo que te faz pensar se é possível que detrás dele tenha algo mais que sería interessante descobrir”.

[b]Fonte: Protestante Digital[/b]