O Tribunal Constitucional anulou as emendas à Constituição da Turquia que concediam liberdade às estudantes para assistir às aulas da universidade cobertas com o véu islâmico.

Os magistrados informaram esta resolução, após cinco horas de deliberações, em comunicado divulgado por todas as televisões do país.

O Parlamento turco aprovou, em fevereiro, uma emenda a dois artigos da Constituição para “garantir a liberdade de educação” a todos os cidadãos e impedir que as estudantes com véu fossem impedidas de ter acesso à universidade.

Fonte: EFE