Na noite de ontem, a Polícia Militar de Alagoas registrou um homicídio por motivo fútil, no bairro do Jacintinho, em Maceió. O crime envolve, inclusive, dois amigos, que sempre bebiam juntos e conversavam sobre futebol.

Os dois diferiam apenas nos times que torciam. Um era vascaíno e outro corintiano.

Ao discutirem sobre quem teria o time melhor, Kleyverson Santos Bonfim, 20 anos de idade, (o vascaíno) acabou “esquentando a cabeça”, puxando uma faca e ferindo Antônio Miguel da Silva, 33 anos, (torcedor do Corinthians) na região da barriga. Antônio Miguel da Silva não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo.

O corintiano ainda chegou a ser socorrido por uma viatura do Corpo de Bombeiros, mas morreu antes mesmo de receber os cuidados médicos. O caso ocorreu na Rua Triunfo, no Jacintinho. Os dois estavam bebendo juntos, antes de iniciarem a discussão que resultou no homicídio.

Kleyverson Santos Bonfim – após ter matado o amigo – entrou em estado de choque e foi preso pela Polícia Militar de Alagoas. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Plantão III. De acordo com o que apurou nossa equipe de reportagem, desde a hora do crime que o vascaíno não para de chorar e colocar que “estar muito arrependido”. Em desespero, ele explicou que matou Antônio Miguel “sem pensar”.

“Foi uma besteira sem tamanho. Eu não queria matá-lo. Era meu amigo. Estávamos bebendo e a discussão começou por conta de um jogo de futebol. Estraguei minha vida e a acabei com a dele. Sou casado, trabalhador e tenho família. Não sou criminoso”, destacou Kleyverson Santos. O acusado ainda se disse evangélico, mas que tinha parado de freqüentar a igreja pela “má influência de alguns amigos”.

O caso será investigado pelo 9° Distrito Policial. O corpo de Antônio Miguel deu entrada no IML ainda na noite de ontem, mas já se encontra liberado para sepultamento.

Fonte: Alagoas 24 Horas