O Vaticano desmentiu neste domingo a transferência do túmulo do papa João Paulo II da cripta da Basílica de São Pedro para dentro da igreja, como publicou neste domingo o jornal italiano “La Stampa” e havia informado no sábado uma agência de notícias local.

Segundo essas notícias, uma comissão presidida pelo cardeal Angelo Comastri tinha decidido efetuar a mudança, para um local próximo à Pietà, famosa escultura de Michelangelo, assim que João Paulo II fosse proclamado santo.

No entanto, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, desmentiu a reportagem publicada hoje pelo jornal italiano.

“Posso desmentir com certeza que houve uma comissão presidida pelo cardeal Comastri e que houve uma decisão sobre o assunto”, disse Lombardi.

O porta-voz também disse que “qualquer decisão sobre o assunto não será tomada antes da beatificação, já que o afirmado no artigo não é mais do que uma simples hipótese, cuja discussão é absolutamente prematura”.

Fonte: G1