A Igreja Católica conta com quase 1,2 bilhão de fiéis em todo o mundo, e mais de 40% estão na América Latina, de onde provém o argentino Jorge Mario Bergoglio, eleito papa nesta quarta-feira à noite.

De acordo com uma recente investigação do Pew Research Center sobre religiões no mundo, a América Latina, apesar de um grande avanço das igrejas protestantes (evangelistas e pentecostais) em detrimento do catolicismo, segue sendo a região do mundo com o maior número de católicos (432 milhões).

Três de cada quatro latino-americanos se consideram católicos.

O Brasil, com 134 milhões de fiéis (123 milhões de acordo com o censo), é o país com mais católicos, mas seu percentual diminuiu de 92% do total da população em 1970 para 68% nos dias de hoje, devido principalmente ao crescimento do número de evangélicos.

Em seguida vem o México (96 milhões de católicos, 85% da população) e a Colômbia (38 milhões, 82% da população). A Argentina, país do novo papa, ocupa o quarto lugar na região, com 31 milhões de fiéis, ou seja pouco mais de 75% da população.

Seguem, entre os principais países, Peru (24 milhões), Venezuela (22 milhões), Chile e Equador (12 milhões cada).

[b]Fonte: AFP[/b]