Delegacia da Polícia Civil de Araçatuba (SP)
Delegacia da Polícia Civil de Araçatuba (SP)

Um cabeleireiro de 19 anos denunciou por injúria uma igreja evangélica de Araçatuba (SP) por recusar batizá-lo por ser homossexual.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima agendou o batismo na Assembleia de Deus Ministério de Belém para o sábado (4) e, ao chegar à igreja, dois pastores negaram a cerimônia.

Conforme relatado pelo cabeleireiro à polícia, os religiosos disseram que a vítima, por ser gay, ter unhas grandes e usar brincos, não poderia ser batizada na igreja.

O boletim de ocorrência foi registrado como injúria e o caso será investigado pela Polícia Civil. Foram feitas tentativas de contato por telefone com a igreja, porém, ninguém atendeu.

Fonte: G1


Comentários