Pastor presidente das Assembleias de Deus em Mato Grosso, Sebastião Rodrigues de Souza e sua esposa, pastora Nilda de Paula

Ana Adélia Jácomo
PNB Online

Após o pastor presidente das Assembleias de Deus em Mato Grosso, Sebastião Rodrigues de Souza, de 89 anos, ser diagnosticado com a covid-19, assim como seu filho Rubens Ciro de Souza, 62 anos, e sua esposa Nilda de Paula, 85 anos, a igreja decidiu suspender todas as atividades religiosas até o dia 15 de julho.

O pastor Gutemberg Brito Júnior, tesoureiro no templo sede, afirmou nesta terça-feira (30) ao PNB Online que uma resolução interna foi divulgada a todas as igrejas de Mato Grosso.

A Assembleia de Deus em Mato Grosso possui o maior templo mundial da denominação do mundo, o Grande Templo, localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA). O local tem capacidade para receber mais de 23 mil pessoas.

“Nós suspendemos os cultos, até por precaução, do dia 29 de junho a dia 15 de julho. Estamos contribuindo para que o afastamento social traga resultados. Por resolução da presidência da igreja, todos os cultos estão suspensos e não teremos nenhuma atividade na igreja nesse período”, afirmou.

De acordo com decreto do presidente Jair Bolsonaro, igrejas são consideradas serviços essenciais, por isso os cultos, missas e demais rituais estão liberados, mas seguindo os protocolos de distanciamento e uso de máscaras.

Em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) manteve as igrejas na lista de atividades que podem funcionar, mesmo durante a quarentena coletiva obrigatória.

O pastor Sebastião, sua esposa Nilda e o filho do casal, Rubens, foram internados no Hospital e Maternidade Femina, em Cuiabá, na última sexta-feira (26). De acordo com Gutemberg, nenhum deles tinha o diagnóstico de covid e estavam em casa quando começaram com os sintomas de um resfriado.

“Achamos que era algo normal porque nesse período do ano é comum resfriados, mas por precaução decidimos interná-los, seguindo orientação de médicos que atendem a família. O pastor Rubens já estava respirando com dificuldade também”, completou.

De acordo com as últimas informações prestadas pela equipe médica da Femina, Nilda está se recuperando bem em um quarto do hospital. Há previsão de alta para esta semana.

O pastor Sebastião continua internado na UTI, respirando sem auxílio de aparelhos mas, por precaução, continua na UTI devido à saturação que está oscilante. Está consciente e se alimentando bem.

Já o pastor Rubens segue respirando por aparelhos, mas seu quadro é considerável estável.

Fonte: PNB Online