Carros de patrulha do templo Data Darbar totalmente destruídos: base policial foi alvo dos jihadistas do Hizbul Ahrar, dissidência do Talibã - 08/05/2019 (Mohsin Raza/Reuters)

A explosão de uma bomba nas redondezas de um grande santuário muçulmano na cidade de Lahore, no Paquistão, deixou 10 mortos nesta quarta-feira, 8.

Outras oito pessoas ficaram feridas, segundo as autoridades. O ataque teve como alvo o posto policial responsável pela segurança do local.

Centenas de peregrinos estavam no Data Darbar, maior santuário sufista do sul da Ásia, participando das comemorações do Ramadã, o mês sagrado da religião islâmica.

Entre as vítimas fatais estão seis civis e quatro policiais. “A polícia foi o alvo principal deste ataque. Estamos coletando evidências forenses para determinar a natureza da explosão”, declarou Ashfaq Khan, vice-inspetor-geral de operações da polícia de Lahore.

Depois do ataque, as forças de segurança paquistanesas montaram postos de controle nas principais ruas que levam ao santuário. Os hospitais da província estão todos em alerta.

O atentado foi reivindicado pelo Hizbul Ahrar, um grupo dissidente do Talibã paquistanês que vem combatendo o governo local há anos.

Em comunicado, os jihadistas confirmaram que o ataque visou a polícia e ainda disseram ter calculado a estratégia para evitar vítimas civis.

Fonte: Veja.com