Músico irlandês revelou que ainda usa ao peito uma cruz de prata oferecida pelo Papa João Paulo II quando da sua visita ao Vaticano em 1999.

O músico irlandês Bono Vox (foto), vocalista da banda U2, esteve no Vaticano para agradecer o papel da Igreja Católica na campanha pela redução da dívida dos países pobres (Drop the Debt). O artista e activista encontrou-se na sexta-feira com o Cardeal Peter Turkson, Presidente do Pontifício Conselho da Justiça e da Paz.

“A Igreja esteve na linha da frente deste movimento e isso deve ser largamente reconhecido, esteve na vanguarda de um movimento que é também inter-religioso e interdisciplinar”, referiu Bono à Rádio Vaticano.

O cantor diz que agora é necessário “comunicar os resultados obtidos” e estudar a melhor forma de o fazer. O vocalista do U2 recordou, por outro lado, a visita que realizou anteriormente ao Vaticano, em 1999, revelando que ainda usa ao peito a cruz de prata que lhe foi então oferecida pelo Papa João Paulo II e mostrando vontade de se encontrar com Bento XVI.

Bono e os restantes membros dos U2 sempre se assumiram como cristãos. O vocalista pertence à Igreja da Irlanda, o ramo irlandês da Comunhão Anglicana.

[b]Fonte: Renacença[/b]