Vista da cidade judaica majoritária de Nazareth-Illit (Nati Shohat / FLASH90 / File)
Vista da cidade judaica majoritária de Nazareth-Illit (Nati Shohat / FLASH90 / File)

A cidade israelense de Nazareth Illit adotou um novo nome para não ser confundida com sua vizinha Nazareth, o local onde Jesus teria passado sua infância, segundo a tradição cristã.

A proposta de renomear a cidade como Nof Hagalil (Vista da Galileia, em hebraico) foi aprovada após uma pesquisa com mais de 10 mil habitantes de Nazareth Illit (Colinas de Nazaret).

As autoridades municipais receberam autorização do governo para fazer a mudança há seis meses e um comitê escolheu o novo nome, que foi aprovado pelos moradores, explicou à AFP Orna Buhbut, porta-voz do gabinete do prefeito.

O nome Nazareth Illit foi adotado após a fundação da cidade na década de 1950, logo após a proclamação do Estado de Israel.

A palavra Nazareth é uma das poucas características comuns entre essas duas cidades, a três quilômetros de distância ou a dez minutos de estrada, uma da outra.

Nazareth, com 75.000 habitantes, é a maior cidade árabe em Israel e tem uma população quase exclusivamente muçulmana e cristã.

Todos os anos, a cidade abriga numerosos peregrinos cristãos ansiosos para ver o lugar onde, de acordo com o Novo Testamento, o lar de infância de Jesus estava localizado e onde o arcanjo Gabriel anunciou à Virgem Maria que ela seria mãe.

Nof Hagalil, por outro lado, tem uma população de 51.000, a maioria judeus de origem russa, e destaca-se sobretudo por seu rápido desenvolvimento.

Segundo Orna Buhbut, o prefeito de Nazareth, Ali Salem, foi favorável à mudança de nome.

“Nazareth é uma marca global com milhares de anos de história”, disse a porta-voz.

A mudança de nome da vizinha Nof Hagalil busca “por fim à confusão e reparar o erro histórico que consiste em dar à cidade um nome que inclua o de outra cidade”, concluiu.

Fonte: AFP