Papa Francisco na oração dominical (Foto: Tiziana Fabi/AFP)
Papa Francisco na oração dominical (Foto: Tiziana Fabi/AFP)

Com a reabertura da Basílica de São Pedro e a retomada das missas com a presença de fiéis na Itália, o papa Francisco fez um apelo neste domingo (17) para que as pessoas tenham responsabilidade nessa nova fase de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

“Em alguns países foram retomadas as celebrações litúrgicas com os fiéis. Em outros, se está avaliando a possibilidade. Na Itália, a partir de amanhã, poderá ser celebrada a Santa Missa com o povo. Mas, por favor, andemos adiante com as normas, com as orientações que nos são passadas, para proteger a saúde de cada um”, disse o Pontífice durante a celebração deste domingo.

Segundo o Vaticano, a Basílica de São Pedro será reaberta nesta segunda-feira (18) respeitando novas normas tanto para a entrada das pessoas como de higienização. O Pontífice celebrará, a partir das 7h (2h no horário de Brasília), a missa do centenário do nascimento do papa João Paulo II no altar dedicado ao agora santo católico.

A cerimônia não terá a presença de peregrinos, mas contará com a participação de grupos de religiosos que acompanharam as funções de Jorge Mario Bergoglio durante o período de lockdown. Ao fim da missa, serão reabertas as portas para todos os fiéis.

O ingresso só será permitido após um controle de temperatura de cada pessoa e com um número limitado de entradas por vez, sendo que será obrigatório o uso de máscaras de proteção. Dentro da basílica, monitores orientarão a todos para manter uma distância segura para evitar a propagação da Covid-19. Além disso, o local – assim como todas as demais dependências públicas da Santa Sé – passou por uma grande higienização. A Basílica de São Pedro, bem como toda a cidade-Estado, está fechada para visitantes desde o dia 8 de março.

Fonte: Ansa