Presidente da Colômbia, Iván Duque
Presidente da Colômbia, Iván Duque

Na Colômbia, mais de 50 líderes religiosos enviaram uma carta ao presidente Iván Duque e à ministra do Interior, Alicia Arango, na qual oferecem ajuda em meio à crise que o país está enfrentando devido ao coronavírus.

Entre os subsídios, eles oferecem apoio psicológico e espiritual à população em geral.

Na carta, é disponibilizada uma tabela permanente para atenção à crise chamada “Cooperation Join”, onde diferentes organizações humanitárias, como Visão Mundial, Betany, Samaritan’s Purse, Compaixão, pastorais sociais, entre outras, convergem para servir a população mais vulnerável.

A ideia é colocar esta tabela para trabalhar em coordenação com os programas estaduais para esse fim, no que diz respeito à distribuição de kits de alimentos e higiene.

“A igreja cristã da Colômbia se coloca à disposição do país com todo o seu potencial e força de ajuda que desenvolveu ao longo de mais de 150 anos de trabalho social”, diz a carta que oferece sua contribuição em quatro áreas específicas: acompanhamento espiritual, mídia, aconselhamento psicológico e voluntariado para o serviço social.

“Além disso, levamos em consideração a avaliação dos espaços de localização de nossas igrejas, que estão espalhadas por todo o território nacional, para servir como centros de coleta de alimentos ou abrigos, pois atendem às especificações exigidas para estes fins”, acrescenta a letra.

Folha Gospel com informações de Evangélico Digital