Vacina
Vacina

A aceitação da vacina contra a Covid-19 aumentou 11 pontos percentuais entre os evangélicos brancos desde março, de acordo com uma nova pesquisa nos EUA, que mostra que o apoio à vacina aumentou em toda a linha, incluindo subgrupos à direita.

A pesquisa, com 5.123 adultos, do Public Religion Research Institute (PRRI) e do Interfaith Youth Core (IFYC) foi realizada em junho e mostra que 56% dos evangélicos brancos receberam a vacina ou planejam fazê-la. Isso é um aumento em relação à pesquisa do PRRI em março, quando apenas 45% responderam dessa forma.

Os republicanos e os telespectadores da Fox News viram avanços ainda maiores na aceitação da vacina. Entre os adultos que se identificam como republicanos, 63% receberam a vacina ou planejam fazê-la – um salto de 18 pontos em relação a março, quando era de 45%. Os telespectadores da Fox News também viram um aumento na aceitação da vacina, de 54% em março para 64% hoje.

Entre todos os adultos norte-americanos, 67% afirmam ter recebido pelo menos uma dose da vacina e outros 4% afirmam que planejam recebê-la.

De acordo com os dados mais recentes do CDC, 69 por cento dos adultos receberam pelo menos uma dose e 60 por cento estão totalmente vacinados.

“Os dados da pesquisa revelam uma mudança notável entre os americanos, da hesitação à aceitação da vacina, em quase todos os grupos demográficos”, disse Natalie Jackson, diretora de pesquisa do PRRI, em um comunicado à imprensa.

Ainda assim, os evangélicos brancos continuam a liderar na recusa da vacina entre os subgrupos religiosos, com 24 por cento – uma redução de dois pontos em relação a março – dizendo que não receberão a vacina.

Outros 20 por cento dos evangélicos brancos dizem que hesitam em tomar a vacina.

Mas os dados mostram que evangélicos não vacinados podem ser influenciados: um terço daqueles que não receberam a vacina dizem que uma abordagem baseada na fé para a vacina pode mudar suas ideias.

“Abordagens baseadas na fé têm sido e continuarão a ser eficazes para convencer os americanos a receber uma vacina da Covid-19 ”, disse o fundador e presidente da IFYC, Eboo Patel , em um comunicado à imprensa. “À medida que examinamos exatamente o que está trabalhando para encorajar os americanos a tomar vacinas, fica claro que as intervenções baseadas na comunidade são críticas. Ao trabalharmos juntos para incentivar a vacinação entre as populações hesitantes, estamos salvando vidas.”

O PRRI disse que as pesquisas de março e junho são as “maiores pesquisas sobre religião e Covid-19 até hoje”.

Folha Gospel com informações de Christian Headline