Culto em uma igreja improvisada na Índia
Culto em uma igreja improvisada na Índia

Na Índia, país em que cerca de 80% da população é hinduísta, os nacionalistas têm trabalhado junto ao governo para uma completa “hinduização” do país até 2021, tornando esta a única religião do país.

Isso tem afetado a vida dos cristãos e igrejas locais, por meio do aumento da violência, isolamento social de convertidos, leis anticonversão e de blasfêmia, e discriminação quanto a questões familiares.

Em apenas quatro anos, o país subiu 17 posições na Lista Mundial da Perseguição.

Isso demonstra que, apesar do governo querer transmitir uma imagem para turistas e estrangeiros de que tudo está bem, existe um lado obscuro que não é revelado.

Ao identificar essa situação, além da publicação de notícias e campanhas de arrecadação, a Portas Abertas também escolheu o país para ser tema do Domingo da Igreja Perseguida (DIP) do ano passado.

Os cristãos perseguidos no país são apoiados com a distribuição de Bíblias e literatura cristã, treinamento bíblico, ajuda socioeconômica e ações institucionais.

Fonte: Missão Portas Abertas