Melhor jogador de futebol do planeta, o brasileiro Kaká afirmou recentemente que pretende ser pastor após abandonar os gramados. Evangélico, o meio-campista ganhou popularidade ao longo da carreira com seu jeito de “bom moço”.

“Eu gostaria muito [de ser pastor], mas será um longo caminho. É preciso estudar teologia, fazer um curso, se aprofundar no estudo da Bíblia”, disse o jogador.

Kaká freqüenta a Igreja Renascer em Cristo. A igreja, fundada por Estevam Hernandes e por sua mulher, Sônia, ficou mais conhecida com a prisão de seus dois líderes, em Miami, por tentarem entrar nos Estados Unidos com uma quantia em dinheiro maior do que a permitida, em dezembro de 2006.

Recentemente, Kaká disse que em função de sua religião casou virgem com a sua esposa, Caroline. “Sou um jovem normal com valores fortes. Sou religioso, seguindo a confissão evangélica, e tento viver seguindo os preceitos da Bíblia”, afirmou.

“Optamos por chegar castos ao casamento. A Bíblia ensina que o amor verdadeiro é alcançado apenas com o casamento, um laço de sangue no qual a mulher perde a virgindade. Para nós, a primeira noite foi magnífica”, continuou.

Além de ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, nesta segunda-feira, Kaká levou em 2007 a Bola de Ouro, prêmio concedido pela revista francesa “France Football” ao melhor jogador do futebol mundial no ano, e também o título de melhor do mundo da FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol).

Fonte: Folha Online