Fake News (notícia falsa)
Fake News (notícia falsa)

Uma publicação no Facebook diz que o Partido dos Trabalhadores (PT) está criando uma igreja, a “Evangélicos do PT”, e que o partido no passado já havia dado dinheiro a “terroristas que matam cristãos”. As afirmações são falsas.

O grupo “Evangélicos do PT” existe desde pelo menos 2014 e se configura um núcleo partidário. Dentro da legenda, é uma das organizações que agregam pessoas por áreas de interesse. Outro exemplo é o “Núcleo de Políticas de Drogas do PT”. Estruturas dentro do partido por temas são antigas, e as mais tradicionais se tornaram setoriais ou secretarias. Atualmente há mais de 20 no partido. 

No último congresso do grupo, em 2019, o “Evangélicos do PT” elaborou uma carta pública em que afirma que seus objetivo são “fortalecer espaços de atuação e formação de evangélicas e evangélicos, filiadas, filiados e simpatizantes ao PT”; “apoiar, participar e dialogar com movimentos sociais”; “criar espaços de acolhimento, inclusão e afeto para todas as pessoas, especialmente aquelas em sofrimento” e “contribuir na construção de modos de leitura e de interpretação da Bíblia, a Palavra de Deus, que nos capacitem para atuarmos, conforme a sabedoria do Espírito e os ensinamentos de Cristo, desenvolvendo práticas libertárias, inclusivas e plurais em nossas comunidades de fé e no mundo”.

Procurado via assessoria, o PT se limitou a dizer que a afirmação de que está criando uma igreja é falsa.

Dinheiro para terroristas

A afirmação de que houve transferência de dinheiro para uma organização terrorista recicla um boato, já checado pelo Estadão Verifica, que atribui ao PT uma doação para o movimento palestino Hamas.

O que ocorreu foi uma doação do governo brasileiro à Autoridade Nacional Palestina (ANP), órgão de governo provisório dos palestinos. A transferência foi autorizada pela lei 12.292, que estabelecia que os recursos teriam o objetivo de apoiar “a economia palestina para a reconstrução de Gaza”. A legislação foi sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2010.

Outros países também doaram ao fundo de reconstrução da Faixa de Gaza. Segundo a Organização das Nações Unidas, foram reunidos quase 4,5 bilhões de dólares para recuperação da Palestina após uma ofensiva militar de Israel.

Este boato foi checado por aparecer entre os principais conteúdos suspeitos que circulam no Facebook. O Estadão Verifica tem acesso a uma lista de postagens potencialmente falsas e a dados sobre sua viralização em razão de uma parceria com a rede social. Quando nossas verificações constatam que uma informação é enganosa, o Facebook reduz o alcance de sua circulação. Usuários da rede social e administradores de páginas recebem notificações se tiverem publicado ou compartilhado postagens marcadas como falsas. Um aviso também é enviado a quem quiser postar um conteúdo que tiver sido sinalizado como inverídico anteriormente.

Fonte: Estadão