Pastor Jessé Oliveira propaga desinformações sobre vacina contra a covid-19 na Igreja Batista Nacional de Várzea Grande, em Mato Grosso.
Pastor Jessé Oliveira propaga desinformações sobre vacina contra a covid-19 na Igreja Batista Nacional de Várzea Grande, em Mato Grosso.

A Igreja Batista Nacional (IBN), do Bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT), emitiu uma nota (íntegra no final da matéria), nessa sexta-feira (24), afirmando que a fala sobre a vacina contra a Covid-19 feita pelo pastor Jessé Oliveira, na noite de quinta-feira (23), não condiz com o pensamento da instituição e não representa a IBN.

O pastor Jessé Oliveira fez uma pregação usando desinformações, sem nenhuma base científica, sobre os efeitos da vacina contra a Covid-19, durante um culto. Ele fez comentários contrários às comprovações científicas de que o imunizante é capaz de prevenir e combater o coronavírus.

De acordo com a igreja, a instituição não coaduna com a fala dita pelo Aspirante Jessé Oliveira, sendo esta única e exclusivamente da autoria e responsabilidade dele.

A IBN afirmou também que os comentários feitos pelo aspirante não representa uma fala oficial da igreja.

“A IBN Cristo Rei, na pessoa de seu Pastor Presidente Osvaldo Araujo Coutinho, veementemente frisa os cuidados necessários para prevenção da Covid-19, dentre os quais está a imunização”, diz trecho da nota.

O pastor Jessé congrega em outra igreja, mas fez a pregação na quinta a convite da direção da Igreja Batista Nacional. O vídeo foi feito pela própria igreja e disponibilizado no canal da congregação no YouTube.

Ao portal G1, o pastor afirmou que ainda vai se manifestar sobre as declarações dadas durante o culto, mas que irá retornar em outro momento. Assim que ele retornar, o posicionamento será acrescentado à matéria.

Durante a pregação, ele disse que queria orar pelos fiéis e perguntou se ali, na igreja, alguém estava sentindo reações da vacina, mas das aproximadamente 300 pessoas que estavam só uma delas levantou a mão.

“Alguma parte do corpo perdeu movimento? Ou está perdendo movimento? A mente lerda? Esquecimento? A coordenação motora você perde, dor de cabeça, dor nos olhos. Após a vacina, você sentiu que algo mudou em seu organismo? Tem alguém aqui que está sentindo essa mudança no organismo? Por favor, dê um sinal com a sua mão. Eu quero orar com você nesse instante. Tem alguém? Alguém aí em cima?”, questionou.

Mesmo os fiéis não tendo levantado a mão, ele continua insistindo para que as pessoas se manifestem. “São vários sintomas que acontecem. Você não consegue dormir, o coração fica palpitando e parece que vai explodir. Rola, rola e não consegue descansar”, disse Jessé.

Mais adiante, ele afirma que já houve cura de pessoas que estavam fadadas à morte, com infarto, derrame e paralisia. “Pessoas que estavam fadadas a morte por uma reação, por algo químico, por algo mudando o seu sangue, mudando as suas células, os seus glóbulos (…) O sinal que Deus vai dar a algumas pessoas é que vão sentir a boca amargar. Algumas vão sentir a mão queimar, os pés. As pessoas vão suar. Com calafrio”, afirmou, como se tivesse prometendo a cura.

Leia abaixo a íntegra da nota da Igreja Batista Nacional em Várzea Grande:

Nota à imprensa

Em relação à matéria publicada, nesta data, pelo portal de notícias – G1 de Mato Grosso, bem como veiculada no jornal televisivo MT2, tratando-se: “desinformação sobre vacina em culto”, a Igreja Batista Nacional vem à público manifestar o seguinte:

– A IBN CRISTO REI não coaduna com a fala dita pelo Aspirante Jessé Oliveira, sendo esta única e exclusivamente de sua autoria e responsabilidade;

– O preletor convidado, Asp. Jessé Oliveira na oportunidade não representava e não representa uma fala oficial da igreja;

– A IBN CRISTO REI reprova a veiculação da fala feita pelo aspirante como se fosse a “posição da igreja”, o que não é verdade;

– A IBN CRISTO REI, na pessoa de seu Pastor Presidente Osvaldo Araujo Coutinho, veementemente frisa os cuidados necessários para prevenção da COVID-19, dentre os quais está a imunização.

Certos da compreensão, subscrevemo-nos fraternalmente em Cristo Jesus.

IGREJA BATISTA NACIONAL CRISTO REI

Fonte: G1 e RDNews


Comentários