Jogador de vôlei Maurício Souza - Foto: Reprodução/Instagram
Jogador de vôlei Maurício Souza - Foto: Reprodução/Instagram

O jogador de vôlei Maurício Souza, central do Minas Tênis Clube, time de Belo Horizonte (MG), decidiu afastar o jogador por conta de uma postagem crítica feita pelo atleta sobre o novo Superman ser bissexual.

A diretoria do Minas Tênis Clube informou que o central foi multado pelo clube, vai ficar um tempo afastado, mas continuará defendendo o time que é um dos favoritos da Superliga caso postasse o pedido de desculpas.

No dia das crianças, Maurício compartilhou a reprodução de uma reportagem sobre o desenho do Superman ter se assumido bissexual com o seguinte comentário: “A, é só um desenho, nada demais. Vai nessa e vamos ver onde vamos parar”. Depois, postou a foto de uma jogadora de basquete transexual dizendo: “Se você achar algum homem nessa foto você é preconceituoso, transfóbico e homofóbico”.

O clube mineiro confirmou, em um comunicado divulgado nas redes sociais, que Maurício Souza ainda teria que se retratar publicamente e pagar uma multa. O clube disse que respeitava a liberdade de opinião de cada atleta, “mas que não aceitava declarações homofóbicas”

“O presidente do Minas Tênis Clube, Ricardo Vieira Santiago, se reuniu com o atleta Maurício Souza esta tarde e lhe informou sobre o seu afastamento por tempo indeterminado. O atleta também recebeu uma multa e foi orientado a fazer uma retratação pública imediata”, afirmou o comunicado.

Mais tarde, Maurício escreveu no Twitter: “Pessoal, após conversar com meus familiares, colegas e diretoria do Clube, pensei muito sobre as últimas publicações que eu fiz no meu perfil. Estou vindo a público pedir desculpas a todos a quem desrespeitei ou ofendi, esta não foi minha intenção”.

O comunicado do Minas não diz, mas Maurício teria sido informado que ele pode ser demitido por justa causa. O jogador recebeu uma primeira advertência assim que chegou ao clube, por causa de postagens nas redes sociais, e a segunda agora. Se houver necessidade de uma terceira, ela virá com demissão. Se não houver a retratação prometida, também.

Superman bissexual

Empresas gigantes da área de entretenimento audiovisual têm explorado o tema LGBT, incluindo nas histórias “revelações” sobre sexualidade dos personagens, como a feita pelo Superman de que agora é bissexual.

A repercussão sobre essa nova abordagem da ideologia de gênero nas histórias de super-heróis levou diversos pastores a se manifestarem.

O ator Dean Cain, que interpretou o Super-Homem na década de 90, manifestou-se sobre a nova versão do herói, que irá se assumir bissexual nos quadrinhos da DC Comics. Cain, de 55 anos, não ficou muito satisfeito com a novidade.

Para o protagonista de Lois & Clark: As Novas Aventuras do Superman, a editora de quadrinhos deveria focar em temas mais relevantes do que a sexualidade do herói de Kripton.

– Por que eles não pegam ele e fazem ele lutar pelas injustiças que criaram os refugiados cuja deportação ele está protestando? Isso, sim, seria corajoso. Eu leria sobre isso. Ou lutar pelos direitos de mulheres de frequentar a escola e trabalhar e viver, e meninos não serem estuprados por homens, sob o confortável e agradável Talibã – questionou em entrevista ao Fox & Friends First.

Folha Gospel com informações de UOL