O jornal espanhol El País afirmou indevidamente que fiéis seriam obrigados a doar 10% de seus salários.

A Justiça espanhola obrigou o jornal El País a publicar uma retratação a favor da Igreja Universal do Reino de Deus. O jornal afirmou indevidamente que os fiéis seriam obrigados a doar 10% de seus salários à instituição.

“Todas as doações dadas pelos fiéis da Igreja são voluntários”, diz o texto.

O jornal também se desculpou por dizer que a instituição religiosa praticava o “comércio de bençãos” e por acusar injustamente seu fundador, o Bispo Edir Macedo, de se apropriar de doações de fiéis para enriquecimento pessoal.

[b]Fonte: R7[/b]