Lewis Hamilton é heptacampeão de Fórmula 1
Lewis Hamilton é heptacampeão de Fórmula 1

O piloto Lewis Hamilton , da Mercedes, criticou nesta quinta-feira (18) a Igreja Católica, após a publicação pelo Vaticano de um documento que proíbe bênçãos a uniões homossexuais .

Em suas redes sociais, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 compartilhou uma publicação do cantor Elton John, que também criticou o Vaticano por causa do assunto.

“Sou solidário ao Elton John e toda a comunidade LGBTQ + nesta questão. É inaceitável que nos dias de hoje, qualquer pessoa deva enfrentar preconceito ou discriminação com base na pessoa que ama, especialmente em nome de um Deus que dizem que ama a todos igualmente. É extremamente triste que muitos agora sintam que precisam escolher entre sua fé e ser o verdadeiro eu, e quero que meus seguidores saibam que estou com você e o apoio, e que você merece a felicidade. Amor é amor, não deixe ninguém te falar de maneira diferente”, escreveu o britânico.

Nos últimos anos, Hamilton tem se aproximado cada vez mais das pautas sociais e raciais, se mostrando empático com diversas lutas, mas, sobretudo, a racial. O heptacampeão da Mercedes foi uma voz importante dentro da Fórmula 1 para as ações contra o racismo que ganharam força na última temporada.

No início da semana, o Vaticano divulgou um documento reiterando que a Igreja Católica não pode “abençoar” uniões entre indivíduos do mesmo sexo. A notícia foi criticada por diversas personalidades nas redes sociais.

O texto publicado pela Congregação para a Doutrina da Fé foi um posicionamento de uma dúvida que surgiu sobre o assunto. O questionamento foi enviado à Santa Sé e a resposta foi aprovada pelo papa Francisco em uma reunião com o secretário do dicastério, Giacomo Morandi.

A Santa Sé ainda alega que abençoar uniões homossexuais seria uma forma de “encorajar” uma escolha de vida que não pode ser reconhecida como “ordenada aos desígnios divinos”.

Fonte: iG e UOL