Cerca de 30 manisfestantes que marcaram encontro pelas redes sociais promoveram na noite desta quinta-feira um beijaço como forma de protesto contra o pastor Marco Feliciano.

O deputado federal (PSC-SP) evangélico esteve no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, realizando uma pregação. Nesta sexta-feira, o pastor fará outro evento em Ponte dos Carvalhos, no Cabo de Santo Agostinho. Os eventos serão externos e fazem parte do projeto Libertador.

“Nosso foco não é o evento. Somos contra as atitudes homofóbicas do pastor Feliciano. Queremos mostrar que temos direito a amar livremente”, disse o estudante Cristiano Vasconcelos, um dos organizados do protesto.

[img align=left width=300]http://imgsapp.diariodepernambuco.com.br/app/noticia_127983242361/2014/01/30/487032/20140131011203372274i.jpg[/img]Alvo dos protestos, Feliciano, que sempre recebe críticas de grupos de direitos humanos e do movimento LGBT, enfatizou que esse tipo de manifestação é desnecessária.”Protestar é democrático. Mas ninguém gostaria que entrassem na sua casa e o ofendessem. Havia crianças e idosos presentes e acho o que fizeram uma falta de respeito com eles”, argumentou. “O povo está idiotizado. Acreditam em tudo o que ouve ao meu respeito. Sou um legislador que defendo uma parcela da sociedade”, acrescentou.

O vereador André Ferreira (PMDB), um dos responsáveis pela vinda de Feliciano, revelou que foram agendadas pelo menos 10 pregações no estado até maio deste ano com a presença do religioso. O evento é organizado por André em parceria com o irmão, o deputado federal Anderson Ferreira.

[b]Fonte: Diário de Pernambuco[/b]