O ministro da Pesca e bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, Marcelo Crivella (PRB), convocou cerca de três mil pastores evangélicos a aplaudirem o governo Dilma, que segundo ele contribuiu para um aumento na arrecadação do dízimo.

“A nossa presidenta e o presidente Lula fizeram a gente crescer porque apoiaram os pobres. E o que nos sustenta são dízimos e ofertas de pessoas simples e humildes”, disse Crivella durante um evento da Convenção Nacional das Assembleias de Deus.

O bispo enalteceu os programas sociais e as políticas, com destaque para a influência destas no crescimento das Igrejas.

“A presidenta Dilma disse: não vamos mais explorar o povo. E quando sobra mais dinheiro, o povo evangélico não é o povo que vai para a butique pra comprar roupa de marca. Sabe o que o povo faz? Ele vai mais na igreja, porque tem condições de pagar o metrô e o trem. Ele dá mais oferta, mais dízimo, faz mais caridade. Então nós temos que aplaudir a presidenta Dilma”, declarou.

No Congresso também estava o ministro Gilberto Carvalho, que representou a presidente.

[b]Fonte: Agência Estado[/b]