O papa argentino Francisco privilegiou a igreja da América Latina com a designação neste domingo de seis cardeais da região, entre eles o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, entre os 19 novos escolhidos.

Os outros países latino-americanos que agora contam com um novo representante foram Argentina, Chile, Haiti, Nicarágua e a ilha antilhana de Santa Lúcia.

O sumo pontífice fez o anúncio ao término do Angelus dominical a partir da janela do Palácio Apostólico diante dos milhares de peregrinos presentes na Praça de São Pedro.

A maioria dos novos cardeais é proveniente da periferia do mundo e respeitam a vontade do primeiro papa latino-americano de privilegiar uma igreja “pobre para os pobres”, humilde e próxima do povo.

Com estas designações, o Papa modifica, sem chegar a revolucionar, os equilíbrios internos do Colégio Cardinalício, órgão mais importante da Igreja, ao torná-lo menos eurocentrista.

[b]Fonte: AFP[/b]